Music Comes Alive!

A alma do Canadá - The Spirit of Radio

Ninguém duvida que o Rush seja sobre precisão e técnica apurada.

Perfeccionismo é outra qualificação comum para se atribuir aos canadenses. É a banda que mais se aproxima da sonoridade de estúdio nos shows em grandes estádios, de tanto esmero nos detalhes.

Mas quem disse que esse trio de virtuosos não pode colocar emoção nas suas performances?

É só olhar o que acontece nessa apresentação no Maple Leaf Garden, o templo do hockey em Toronto.

Era a época de Grace Under Pressure Tour, em 84, e The Spirit of Radio era perfeita para entrarem arrebentando e fazer a audiência comportada pular de suas cadeiras.

The Spirit of Radio teve seu nome inspirado no slogan de uma rádio (canadense, é claro). É mais uma grande letra de Neil Peart que fala sobre o conflito entre a liberdade criativa dos artistas e a pressão comercial das gravadoras:

"One likes to believe in the freedom of music, but glittering prizes and endless compromises shatter the illusion of integrity".

Só Rush pode transformar um tema árido assim numa música matadora, com fusão de ritmos e virtuosismo de impacto para um estádio lotado, longe do erudito.

O trio entrega uma performance de peso com interação do público raramente vista em terras canadenses, comandada por Geddy Lee e seu mullet, Alex dançando com seu blazer branco Miami Vice de mangas dobradas e Neil Peart, numa fase clone de Tom Hanks, destruindo a bateria, como sempre. Na época aparentemente ele achava que usar tranças era bacana. 

Público de Toronto pulando, dançando, gritando e batendo palmas sincronizadas, mas não vamos esquecer que estamos falando do Rush, perfeccionista por natureza, que programou um momento da música para captar o delírio do público, antes de “Concert Hall”, aos 5:45”. A dramaticidade criada gera comoção na audiência, que grita como se comemorasse um gol.

Esse grito vem da alma dos canadenses. É um grito de emoção, alegria, mas também de orgulho nacional pelo talento dos compatriotas. A banda considerou que deveria ser incorporado à música. O grito foi captado para fazer parte da versão de estúdio de The Spirit of Radio.

Sim, o perfeccionismo deles chega a esse ponto.

Ultralite Powered by Tumblr | Designed by:Doinwork